sorriso perfeito e super natural

Cirurgia de Sisos

Os sisos, conhecidos também como terceiro molar, emergem geralmente entre os 16 e 20 anos. No entanto, é comum que irrompa depois dos 20. Há, também, episódios em que o dente do siso não erupciona, permanecendo incluso. Existem casos de pacientes que nunca apresentam os dentes do siso, por não possuírem o seu germe dentário.

Muitas vezes não há espaço suficiente na boca para acomodá-los. Isto pode fazer com que fiquem inclusos (presos embaixo do tecido gengival)

Na cavidade bucal, há quatro dentes do siso, sendo dois superiores e dois inferiores. Eles são os últimos molares, de cada lado dos maxilares. Como os sisos são os últimos dentes permanentes a nascer, muitas vezes não há espaço suficiente na boca para acomodá-los. Isto pode fazer com que fiquem inclusos (presos embaixo do tecido gengival, por outros dentes, ou osso). Se os dentes estiverem inclusos, podem gerar inchaço.

No caso do dente siso que erupciona apenas parcialmente ou nasce mal posicionado, também pode causar apinhamento (quando os dentes se “amontoam” uns sobre os outros), dentre outros problemas. Como os dentes antes dos 20 anos de idade têm raízes menos desenvolvidas e que causam menores complicações, é recomendável que entre 16 e 19 anos os pacientes tenham seus dentes examinados para verificar se precisam ser removidos através de cirurgia.

O que acontece se ficar dentro do osso (não erupcionar)?

Pode produzir reabsorções de dentes vizinhos, transtornos dolorosos ao paciente e possíveis degenerações (lesões císticas).
Situação de risco de reabsorção da raiz distal do segundo molar possivelmente levando este a perda de vitalidade, apinhamento dos dentes anteriores, sofrer degeneração cística, evolução para ameloblastoma.

O que acontece se erupcionar parcialmente?

A erupção parcial ocorre geralmente por falta de espaço na arcada ou pela posição horizontal do dente. Ambos os casos dificultam a erupção, ocorrendo, dessa forma, a erupção parcial do siso. Esse quadro pode provocar gengivites (inflamação da gengiva), abscessos na região, irritação local, dor e edema.

Quando é indicada a extração do siso?

A sua extração está indicada na ausência de espaço para a erupção, no posicionamento horizontal do siso, nos quadros de dor, por indicação ortodôntica e quando se inicia a erupção e esta não se completa, ou seja, há erupção parcial do siso. Quando se faz a extração de um siso provavelmente terá que ser feita a extração de ambos os sisos do mesmo lado, isto é, do superior e do inferior.

Como são extraídos os dentes do siso?

A extração do dente do siso é realizada em consultório, com anestesia local e, se for necessário, pode-se fazer uso de sedação. Durante a consulta de avaliação o paciente irá discutir com o cirurgião o que é mais indicado para o seu caso, além de receber orientações valiosas sobre nossos protocolos pré e pós-cirúrgicos. Seguidas essas recomendações o período inicial de recuperação torna-se muito mais confortável e gira em torno de 48 horas.

Agende uma avaliação!

Entre em contato com nosso equipe de Dentistas.